Valmir Batista Corrêa

É professor titular aposentado de História do Brasil da UFMS, com mestrado e doutorado pela USP. Pesquisador de História Regional, tem uma vasta produção historiográfica. É sócio correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de MT, sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de MS e membro da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras.

Publicações por Valmir Batista Corrêa

Pirataria Pirataria

O Brasil, desde os primeiros tempos da colonização foi alvo constante de ações de piratas e corsário...

Democracia patrulhada Democracia patrulhada

O historiador mineiro João Camillo de Oliveira Torres publicou em 1964 um importante livro para a co...

O sinal de Caim O sinal de Caim

É a fúria da barbárie, a antecipação do fim dos tempos ou o Armagedon como registrou Nostradamus, cu...

Crise de caráter Crise de caráter

Na década de 1970, corria de boca em boca um “causo” sobre uma cidadezinha no “nortão” do antigo Mat...

Gato por lebre Gato por lebre

Numa época bem distante, quando existia um Brasil ingênuo, usava-se para explicar uma vigarice a exp...

O samba da mandioca doida O samba da mandioca doida

Parece ser consensual. Políticos, jornalistas e demais formadores de opinião acreditam que a preside...

Heróis esquecidos Heróis esquecidos

A nossa história sempre esteve ligada às atividades militares de ocupação e de defesa. Épocas de ocu...

O tesouro das figurinhas O tesouro das figurinhas

Como em diversos outros lugares do planeta, está cada vez mais explícita a roubalheira neste país. D...

Uma profissão de risco Uma profissão de risco

Vejo com muita tristeza e apreensão o pipocar de greves de professores que lutam pelos seus direitos...

Escrever de carreirinha Escrever de carreirinha

Alguns anos atrás foi exibida uma novela do escritor Dias Gomes, “O Bem Amado”, com um personagem fa...