Valmir Batista Corrêa

É professor titular aposentado de História do Brasil da UFMS, com mestrado e doutorado pela USP. Pesquisador de História Regional, tem uma vasta produção historiográfica. É sócio correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de MT, sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de MS e membro da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras.

Publicações por Valmir Batista Corrêa

Uma educação distante Uma educação distante

Sou do tempo em que o antigo primário (as primeiras séries do ensino fundamental) tinha à frente uma...

Sob o manto da impunidade Sob o manto da impunidade

Da violência Do rio que arrasta se diz que é violento, mas ninguém diz violentas as margens que o...

Terrorismo de impostos Terrorismo de impostos

Já começou o arrastão dos governos para sugar o sangue da população na sanha de arrecadação de impos...

Viva Los Estudiantes! Viva Los Estudiantes!

Quanto mais avança a crise da sociedade brasileira, com roubalheiras vindo a tona, prisões de políti...

O ovo da serpente O ovo da serpente

Dias atrás tive o prazer de assistir a uma brilhante palestra do professor Roberto Amaral, um velho ...

Pirataria Pirataria

O Brasil, desde os primeiros tempos da colonização foi alvo constante de ações de piratas e corsário...

Democracia patrulhada Democracia patrulhada

O historiador mineiro João Camillo de Oliveira Torres publicou em 1964 um importante livro para a co...

O sinal de Caim O sinal de Caim

É a fúria da barbárie, a antecipação do fim dos tempos ou o Armagedon como registrou Nostradamus, cu...

Crise de caráter Crise de caráter

Na década de 1970, corria de boca em boca um “causo” sobre uma cidadezinha no “nortão” do antigo Mat...

Gato por lebre Gato por lebre

Numa época bem distante, quando existia um Brasil ingênuo, usava-se para explicar uma vigarice a exp...