Netiquetas - Boa Conduta nas Redes Sociais

Isso mesmo que leu... Netiquetas, a Etiqueta que devemos adotar em Ambiente Virtual, Digital e mais especificamente em Redes Sociais.
Vamos, lembrar o conceito de ETIQUETA SOCIAL?
A etiqueta social consiste em um conjunto de regras não escritas, mas convencionadas socialmente e que variam de acordo com cada cultura. 
Tais regras comportamentais estariam direcionadas ou relacionadas a vários aspectos pertinentes às relações sociais e ao cotidiano das pessoas. Preocupações, como com a definição de tipos de vestimentas mais adequadas para determinadas ocasiões, com a linguagem verbal de tratamento a ser utilizada, com a linguagem não verbal (expressa pelo corpo), entre outras questões, são apenas alguns exemplos. 
Assim sendo adotamos  a Etiqueta Social para um bom     Relacionamento Pessoal e profissional no Ambiente Real.
Mas e se o Ambiente for Digital, Virtual, Redes Sociais e afins ?
Em ambiente Digital devemos adotamos a Netiqueta (Netiqueta do inglês "network" e "etiquette") é uma etiqueta que se recomenda observar na internet. A palavra pode ser considerada como uma gíria, decorrente da fusão de duas palavras: o termo inglês net (que significa "rede") e o termo "etiqueta" , que consiste no conjunto de boas maneiras e normas gerais de bom senso que proporcionam o uso da internet de forma mais amigável, eficiente e agradável.  
E isto porque, a internet e as redes sociais são um ambiente livre e aberto, em que todos têm acesso às informações de pessoas e instituições em geral.
Usadas adequadamente, as redes sociais podem ajudar a melhorar seus relacionamentos, manter as pessoas informadas e atualizadas sobre assuntos que forem de seu interesse pessoal e profissional.
O assunto é tão sério que, recentemente um estudo realizado  pela Microsoft, revelou  que 70% de todos os departamentos de recursos humanos já rejeitaram algum candidato com base em informações disponíveis online. Por outro lado, 86% dos profissionais de recursos humanos disseram que boas referências digitais são – mesmo que de forma limitada – um sinal positivo.
Redes sociais merecem atenção especial
Algumas empresas da Internet travam uma intensa luta contra o anonimato dos utilizadores, e, acredite, elas sabem muito sobre você. O Facebook e o Gmail, por exemplo, requerem seu telefone para verificar a criação de novos perfis.
Também há muitos sites que permitem aos utilizadores usar as credenciais dos seus perfis em redes e média sociais para partilhar conteúdo da web. Os botões de curtir ou de tuitar são bons exemplos disso. Pode ou não ser uma excelente forma de as empresas produtoras de conteúdo ganharem audiência qualificada. Mas por outro lado, coloca em xeque a privacidade do utilizador de web menos experiente.
Por isso, apesar de parecer óbvio, é muito importante ficar atento ao que publica nas redes sociais. 
NETIQUETA -Alguns exemplos de regras na Internet
* Evitar enviar mensagens exclusivamente em maiúsculas, grifos exagerados, ou em HTML;
* Não usar recursos de formatação de texto, como cores, tamanho da fonte, tags especiais:
* Respeitar para ser respeitado e tratar os outros como gostaria de ser tratado.
* Lembrar-se de que dialogar com alguém através do computador não o isenta das regras comuns da sociedade, por exemplo, o respeito ao próximo.
* Usar sempre a força das ideias e dos argumentos. Nunca responder com palavrões.
* Evitar enviar mensagens curtas em várias linhas.
* Ninguém é obrigado a usar a norma culta, mas é preciso usar um mínimo de pontuação. Ler um texto sem pontuação, principalmente quando é grande, gera desconforto e aumenta as chances dele ser mal interpretado.
* Evitar escrever em outra língua quando não solicitado.
* Evitar ser arrogante ou inconveniente.
* Não interromper o assunto tratado por outra pessoa.
* Evitar ao máximo usar emotions de letras, palavras e coisas do gênero.
* Usar a funcionalidade de se determinar um status ou estado como away ou ausente, se possível.
* Procurar ser o mais claro possível para não gerar confusão.
* Não sair do mensageiro sem se despedir da pessoa com quem está "falando".
* Em fóruns e listas de discussão, deixar o papel de moderador para o próprio moderador.
* Em textos muito longos, deixar uma linha em branco em algumas partes do texto, paragrafando-o.
* Dependendo do destinatário de seu texto, evitar o uso de acrônimos e do internetês.
* Não copiar textos de sites ou qualquer outra fonte que possua conteúdo protegido por registro e que não permita cópias. Quando a cópia for autorizada, sempre cite as fontes
OFENSAS PELA INTERNET
Atualmente, sobretudo por causa da interação às vezes inadequada de pessoas em redes sociais, tem sido frequente o cometimento de crimes contra a honra pela internet. Assim como nas ofensas na presença de alguém, também se pode cometer essa espécie de delito pela internet. Da mesma forma, tudo dependerá das circunstâncias específicas em que a ofensa foi proferida e da forma como ocorreu. Apesar de compartilhar apenas virtualmente um ambiente, ninguém é obrigado a suportar ofensas e má-educação.
Perfis separados e privacidade – Blindagem 
É possível manter várias contas no Facebook, uma particular e outra pública (é necessário registar um email para cada uma delas). Também existem redes sociais de cunho predominantemente profissional, como o LinkedIn, um dos locais mais apropriados para o usuário manter sua lista de contactos profissionais.
Caso se decida pela criação de vários perfis em redes sociais, evite associar amigos à conta profissional. Por quê? Porque basta um desses amigos estar ligado a outros colegas de profissão para toda a blindagem da rede profissional ir por água abaixo.
PRIVACIDADE
É absolutamente crucial verificar como andam as configurações de privacidade nas redes que frequenta. No Facebook é possível determinar que tipo de contatos podem visualizar as imagens que você publicou na rede – não precisam ser acessíveis a todos os seus contatos. O mesmo tipo de configuração de privacidade existe no Twitter, no qual pode definir que apenas seus seguidores terão acesso às suas mensagens.
Precisão nas informações é tudo. De nada vale apresentar-se como graduado por uma Universidade no LinkedIn e por outra no Facebook. Se optou por mentir, seja, ao menos, consistente.
O desrespeito as regras acima citadas podem gerar Responsabilidade Civil e Penal aos usuários.
Sugiro que adote sempre a VERDADE!
Valéria Reani
Bibliografia:
.Sloboda, Brian. “Netiquette” - New Rules and Policies for the Information Age. Management Quaterly, Volume 40, no 4. Dezembro 1999. Disponi?vel em http://law-journals- books.vlex.com/vid/netiquette-rules-policies-information-age-52719921
·Stein, Joel. The New Greatest Generation. Time Magazine Europe, Volume 181, no. 19, 2013. ·Strawbridge, Matthew. Netiquette: Internet etiquette in the age of the blog. Software Reference
Ltd., Londres, 2006.
·Sturges, Paul. Remember the human: the first rule of netiquette, librarians and the Internet. Online Information Review, Vol. 26. Londres, 2002. Disponi?vel em http://ejournals.ebsco.com/direct.asp?ArticleID=6664TTCNA8WVU5Y9BM40



                      https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 
                    

Valéria Reani

Advogada, sócia-consultora de “VR Advocacia Empresarial”, especialista em gestão empresarial e Professora de Ética e Legislação de Profissões Regulamentadas. Possui mais de 20 anos de experiência em Direito Trabalhista, Direito Autoral e uso de imagem, Propriedade Intelectual e Direito Digital. Dedica-se na aplicação dessas áreas do Direito, tanto no ambiente corporativo como no educacional. Colunista jurídica.