Ja? “Googlou” o seu nome ou da Empresa?

Isso mesmo que leu. Explico !
'Googlar' seu nome é de fato o mesmo que dizer se  você já fez uma busca com seu nome na internet, no GOOGLE, por exemplo.
Caso a resposta seja negativa então faça e  provavelmente poderá encontrar informações que nem imaginava circularem na rede. Aquela fotografia constrangedora postada por um amigo no Facebook, um comentário feito há muito tempo em um fórum online, número de telefone e até documentos podem estar online disponíveis para qualquer um.
E isto acontece porque, a informação que colocamos online sob o nosso nome, ou que e? disponibilizada por terceiros deixa um rasto, nem sempre o mais positivo. 
E graças ao algoritmo do Google,  o comentário, feliz ou  infeliz, pessoal ou corporativo que você ou alguém deixou num blog poderá? emergir  para  prejudicar a candidatura a um emprego, causar uma demissão com JUSTA CAUSA  ou criar dificuldades na sua vida pessoal.
No tocante ao perfil pessoal, existem as conhecidas “Netiquetas", que norteiam o comportamento adequado em rede social, tema aqui já abordado (veja aqui) e que pode também ser encontrado no site www.valeriareani.com.br.
Outrossim, aqui focaremos questão ligada a preocupação das empresas com relação a reputação de si mesmas, no ambiente Virtual, ou por meio de seus colaboradores e clientes. 
Gestão da Reputação Empresarial “ On–Line” 
Redes sociais, torpedos, blogs e novas mídias sociais são consistentemente descartadas e colocadas de lado como distrações a produtividade.
Porém, com o número crescente de consumidores em todos os níveis, as Redes Sociais podem formar opiniões e alertar a forma de tomada de decisão.
As empresas que gozam de prestígio nas mídias sociais e marketing social em geral indicam uma pessoa para supervisionar todas as aplicações, tanto a intranet como a Internet.
Uma entrada de um funcionário da empresa no Facebook ou no Twiter , pode posicioná-lo como um defensor da empresa, ou da Marca – e estimular uma conversa externa sobre o negócio.
A reputação empresarial é valor muito importante em qualquer lugar, e, nos dias de hoje, o ambiente Virtual, internet, a reputação de uma empresa pode ser rapidamente abalada pela simples declaração, de uma pessoa, quer seja ela, um consumidor da marca, ou mesmo o próprio colaborador.
Assim sendo a conscientização sobre esses fatos, deve ser uma preocupação dos gestores atuais.
Vale algumas DICAS bem básicas, para começar de forma interna e diretamente, em reuniões concientizadoras com os colaboradores:
 * A melhor forma de reforçar positivamente a reputação On-line é atuar no fortalecimento da mesma Off-line, protegendo de maneira clara e objetiva essa reputação, caso alguém  coloque  um comentário negativo.
 * Evite falar sobre funcionários/colaboradores nas redes sociais;
 * Falar sobre o sucesso da empresa é considerado apropriado, vez que não somente reforça o Marketing e a moral de todos em geral;
* Se um “website” ou um serviço de mídia social, apresentar um comentário negativo sobre sua empresa, Gerência Sênior ou Diretoria, o ideal é refutar, diplomaticamente, e sempre com base em fatos – por meio de uma resposta , comentário ou outra forma de declaração On-line, sempre o mais rápido possível utilizando de cordialidade, e respeito com quem esta interagindo, lembrando que quem RECLAMA, um consumidor por exemplo, é porque ainda acredita na marca que consome.
Um cliente insatisfeito pode agregar valores negativos à marca de várias formas. Hoje, além da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon, há diversas mídias sociais, além do Facebook, Twitter existem os sites especializados em reclamações. 

O Reclame Aqui, por exemplo, é um deles: com mais de quatro [1] milhões de pessoas cadastradas e uma média de 7 mil reclamações de consumidores por dia, o que antes era um canal informal de queixas se tornou uma eficaz ponte entre empresas e consumidores. Inclusive, é importante ressaltar que essas mídias vêm causando mais danos às marcas do que o Procon!  
Os empresários não podem ignorar, de forma alguma, o poder dos consumidores nas redes sociais. O acesso à informação está cada vez mais fácil. Ou seja: tudo que diz respeito a uma determinada marca não é mais segredo para ninguém. Nesse contexto, podemos perceber o nível de relacionamento que os clientes têm com a marca a todo o tempo. Para os detentores desse eficiente instrumento de comunicação, é importante se posicionar, encontrar um caminho ainda não explorado e atuar de forma criativa sobre o mercado.  
O cliente sempre tem razão? Não necessariamente! Porém, como ele é o foco da empresa, mesmo equivocado, a opinião do cliente deve ser considerada para entender e atender a sua necessidade. Saber lidar com a diversidade é essencial para o sucesso de um negócio, principalmente na INTERNET.
Até a Próxima.
Valéria Reani

Bibliografia 


                                                 https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

Valéria Reani

Advogada, sócia-consultora de “VR Advocacia Empresarial”, especialista em gestão empresarial e Professora de Ética e Legislação de Profissões Regulamentadas. Possui mais de 20 anos de experiência em Direito Trabalhista, Direito Autoral e uso de imagem, Propriedade Intelectual e Direito Digital. Dedica-se na aplicação dessas áreas do Direito, tanto no ambiente corporativo como no educacional. Colunista jurídica.