O corpo e a sedução

23/12/2015 às 21:14
Seduzir é mais que uma arte é uma dedicação onde à intuição e a criatividade não podem faltar.
A sedução está em toda parte, desde que nascemos convivemos com ela na sua forma mais essencial... Através de toques e de olhares atenciosos e carinhos de nossos pais. É devido a essas manifestações vindas deles que quando criança nos sentimos seduzidos e assim temos o desejo de retribuir com um sorriso ou com um gesto de amor.
A sedução é a expressão da sexualidade, através da sensualidade. Trata-se do assumir que é alguém que tem desejos e que é passível de ser desejado.
Sedução implica em ousadia, autoconhecimento, confiança, segurança, desinibição. É um jogo relacional onde você dá sinais de que se interessa pelo outro e torna-se alvo de sua atenção. 
Todas as outras atitudes e comportamentos reforçam ou não o sinal de interesse. Se for correspondido pode avançar alguns passos e vice-versa tudo depende de seu objetivo, preparo emocional e de sua capacidade para tolerar frustração.
Entendida como conjunto de qualidades e características que despertam em outrem simpatia, atração, atratividade, deslumbramento, embaimento, encantação, encantamento, encanto, fascinação, fascínio, feitiço, hipnotismo, hipnotização, ilécebras, magia, mágica, magnetismo, maravilha, sortilégio; (ver tb. Sinonímia de tentação,) desejo, amor, interesse etc; magnetismo, fascínio.
"O corpo tem seu próprio modo de saber, um conhecimento que tem pouco a ver com lógica, e muito a ver com verdade; pouco a ver com controle, e muito a ver com aceitação, pouco a ver com divisão e análise e muito a ver com união." - (Marilyn Sewell.)
O ser humano manifesta o que sente através da sua corporeidade seja através do olhar, da forma de ouvir, do falar, enfim em todos os gestos exprimimos os nossos sentimentos, isto é, são expressões corporais do nosso estado de espírito.
O corpo materializa a presença do humano no mundo e desse mundo participa carregando sua mente, sua capacidade intelectual e emocional, numa relação dialética constante.
A sexualidade é a dimensão mais abrangente: somos o corpo que temos, nele está contida a energia vital que nos remete à origem do existir, dos instintos, e à transcendência de níveis diferentes de experiências.
Segundo Merleau Ponty “a sexualidade é o que faz com que o homem tenha uma história”. 
A sedução desperta o desejo para aquilo que não é nosso interesse. É uma força que nos impele para outra direção. É tão forte que é capaz de mudar o sentido das coisas.
Ser seduzido é a melhor forma de seduzir. Não deve apenas absorver as pessoas, mas também ser absorvido por elas.
Pio Barbosa

Ops! Não foi possível realizar sua inscrição.

Inscrição realizada!

E-mail inválido