Auxílio doença por depressão é revisto após ostentação de 'felicidade' no Facebook

O INSS foi implacável com uma segurada que recebia auxílio-doença por depressão.
Após a mulher publicar inúmeras fotos na rede social 'Facebook', onde relatava passeios e viagens, exibindo fotos e frases que demonstravam momentos de extrema 'felicidade', o órgão, através da Advocacia-Geral da União (AGU), provou que ela não estava incapacitada por quadro depressivo grave e poderia retornar ao trabalho.
Nas fotos comprometedoras, em cachoeiras e outros lugares do gênero, a 'depressiva' estampava frases do tipo “não estou me aguentando de tanta felicidade”, “se sentindo animada” e “obrigada, senhor, este ano está sendo mais que maravilhoso”.
Diante disso, a Procuradoria da AGU em Ribeirão Preto (SP) demonstrou que a segurada não apresentava os sintomas de pessoas com depressão grave e conseguiu promover a revisão do laudo, cessando o pagamento do benefício. 
da Redação

                                           https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online.