TCE

Só Poesias:Quero te beijar

Hoje, eu quero te beijar mais uma vez antes de dormir Quero segurar forte em suas mãos, e dizer bem alto que jamais sairá de mim.

**Quero te beijar **
Hoje, eu quero te beijar mais
uma vez antes de dormir
Quero segurar forte em suas mãos,
e dizer bem alto que jamais sairá
de mim.
Quero ter em mim, este olhar
de olhos profundos como oceanos
Os seus abraços envolventes
que como um laço prende a minha
alma a sua.
O silêncio que trás a sua calma
Quero o teu sorriso que ilumina,
a minha vida...
Ah! eu amo te ver sorrir assim
só para mim.
Quero o seu calor e o teu cheiro
nesta felicidade imensa que sinto
com você
És vida de minha vida mulher amada
musa do meu poema preferido.
E eu te amo demais!
Pois somos amantes, somos errantes,
somos a liberdade de poder
entranharmos nas vontades loucas
de seres insanos
que se deixam levar pelas vontades
de um amar, Amar e Amar...
Somos enamorados e amantes cúmplices.
Somos corações em um só compasso
que se querem muito, em uma noite
quente de verão.
*_ Joe Luigi*

**Manhã**
Hoje a manhã antecipou meu despertar
brincando comigo, enviou-me raios
de sol ainda tímido ultrapassar a cortina
fina da vidraça e beijar a minha face.
E o vento, sussurrava baixinho quase
um murmurio, vem comigo há tanta
vida lá fora, o horizonte hoje é cheio
de magia acorde, venha amar.
Abra o seu coração as suas emoções,
se jogue neste teu amar...
Minutos atrás, a paixão encheu o ar
de aromas diversos...
Afinal é mais uma manhã fresca
de outono que propícia a viver, amar,
ser feliz.
E fiz o meu dia estar mais sorridente,
e as fantasias ficarem crescentes...
Há uma brisa em mim que me faz sentir
beijado, amado por você Baby.
Penso no seu sorriso nas entrelinhas
de um verso que ora escrevo na mente.
Olho para o horizonte de um azul anil,
sinto vontade caminhar nas areias brancas
e sentir o cheiro da maresia.
Sinto uma imensa vontade de você ,
assim como sinto falta deste silêncio
que permite-me ouvir o bater do seu coração.
E eu amo encostar minha cabeça em seu
peito e sentir a ternura de suas caricias
em meus cabelos
O entrelaçar de nossos dedos, os teus beijos
de mansinho.
Ah! Baby hoje eu quero muito, muito você.
Venha, com todas as sensações proibidas,
e sussurre-as ao ouvido o que você quiser.
Apenas venha, estou esperando por ti.
*__ Joe Luigi*

**"Quem é intenso sabe que às vezes sente saudades até daquilo que nunca teve!**
E que SENTE tudo até pelo avesso, porque não tem medo de ser quem é!

Sabe apreciar o perfume de uma flor,
O toque sutil do orvalho,
Reconhece a delicadeza do cristal,
Mas também sabe ser forte como uma rocha...

Então, os que só PENSAM que me perdoem, porque a Vida é o SENTIR, e assim eu prefiro!"
*- Gênice Suavi*

"JAMAIS perca a oportunidade de abraçar alguém:
O abraço é Terapêutico,
Salva Vidas,

Aconchega e fortalece...

O abraço aproxima os corações,
Leva o alívio,
Passa segurança!

E sempre são as duas pessoas que recebem estes benefícios...
Portanto, abrace muito mais, e, sem ter nada nas mãos... Abrace por inteiro...
Porque os braços também foram feitos para envolver, e as mãos, para tocar!"
* Gênice Suavi.*

**Saudade...**
Assim sou eu, feita da saudade.
Da luz e da magia, do doce encanto,
da alegria e do amor que um dia
roubaste de mim. Sou a saudade sim...
Feito um jardim sem flor e sem beleza,
vivo da pureza e do encanto que um
dia alguém amou.

Sou feita da saudade, sou
luz de um simples olhar brilhante
que passou, assim sou eu...
Distante de mim estou.
A saudade desmotivada que
vagarosamente invade meu coração
sem limites mata-me as ilusões.
Olho o tempo e vejo um vazio sem
sentido, escondido temente de perigos.
Sou eu a saudade sem fim.

Amor e saudade
quando isto terá fim?
Onde encontrarei motivos para
enfrentar o mundo se a saudade
se faz feliz em mim?
Viverei dividida... Entre o amor e saudade.
“O amor verdadeiro encontramos,
mas nunca por inteiro”.
A saudade sempre fez
parte de mim.
*Marisa Torres*

**Apenas...**
Sou apenas louca poeta... Que escreve sob magias esquecidas pelo tempo
Abatida pelas garras do vento...
Uma gaivota sem aspiração mesmo quando sobrevoa o mar...
Hoje minha loucura vestiu a voz da brisa...

Não quero mais falar de minhas saudades ausentes...
Partiste ...e levaste contigo os meus encantos...
A palavra para definir os sentires desde então é Dor!

Tenho dores, tantas… não uma dor latente, insistente ou aguda...
É uma dor que te assalta, te maltrata e te exaspera...
de tal maneira que de minh’alma silenciosa brotam queixas...
*Celina Vasques*

**No teu olhar!...**
No teu olhar,
aprendi a navegar
em rios cristalinos de paz
que tanto ansiava,
e aprendi adormecer a dor,
que no vazio das noites,
por vezes me sufocava…

no teu olhar,
aprendi a ler palavras
que o silêncio em mim calou
e a escutar melodias de ternura
que a vida me negou…

no teu olhar,
sinto o êxtase das emoções
da mocidade…
sabes que já nada é igual,
mas esqueces que aos 

no teu olhar,dias,
apenas se somaram
idade…

vejo a nostalgia de uma vida
lentamente a terminar
e a lembrança do tempo
que o tempo teima,
da memória
apagar…
*Teresa Costa*

**EU AMEI...**
Eu amei... Ah!!! Como eu amei
na cumplicidade dos meus versos
Como poeta apaixonada
que transcende nas palavras
e exalta o verdadeiro amor.
Amei no tempo e no vento
amei na lua, na rua ,no mar,
no silêncio da noite
poetizando com emoção
Amei com delicadeza de quem
trás nas mãos um coração.
Amei com fidelidade
entrelaçada na lealdade.
Amei com loucura, no prazer da
luxúria
com o corpo inerte de desejo
com sinceridade das verdades
com sentimentos pronunciados
Um amor rasgado e desenfreado
Amei te buscando... .Em mim.
E te perdi.. .
Afagando a saudade, e resgatando
o verdadeiro amor.
*Poetisa Sandra Pires*

**Dádiva **
Existem momentos na vida em que deveríamos calar
deixar o silêncio conduzir os sentimentos
que não secretam
nas distancias e expressam as emoções.
Nas palavras que não conseguem ser decifradas.
Na voz que ecoam  
por trás dos montes em estado de graça.
libertando as angustias do coração
deixando-o livre para voar ao encontro dos sonhos
No fervor da conciliação perfeita
transcendendo maravilhas no universo na direção
do paraíso
viajam para desvendar mistérios sintetizar a
poesia
entender os sinais ditos pelo olhar
que percorrem territórios devastadores da alma
com a calma necessária
para florestar a essência
destecer máscaras sob o estigma das ilusões.
Afinal ... Viver é mesmo uma dádiva .
*Poetisa Sandra Pires*

**SAUDADE DO TEU OLHAR**
O teu olhar
levou-me à paixão.
depois ao amor!
É um amor sem limites,
sem hesitação,
bebendo as tuas palavras,
a tua dedicação,
o teu amor em silêncio,
por vezes escondido,
outras vezes assumido!
Ninguém roubará
este amor que corre,
que se alimenta em nós!
Já não chega
a saudade do teu olhar;
O meu amor
pede
o teu corpo,
a tua alma!
*José Manuel Brazão*

**Plenitude**
A maioria das pessoas procura
A felicidade no rótulo das coisas...
Eu procuro na essência,
e geralmente a encontro!
Sou feliz por sentir, por estar,
Por ser...
Pouco importa desejar, conseguir...
É preciso pulsar,
Deixar-se entregar...
Ser feliz é viver!

E quanto ao amor,
É bem assim que funciona!
Todos buscam o amor nos rótulos:
No efêmero, no porvir,
No ter, no dominar...
Apostam tudo na conquista...
Conquista de quê!?

Assim como a sina de cada filete d'água
É seguir da fonte ao mar,
O destino de toda gente é desaguar
No amor...
A maioria, porém, se debate
Nas rochas...longamente...
Eu as contorno, e sigo...
Plena de amar!!
*Luciana Nobre*

**ENCONTRO**
 vida passa...
Meio sem graça.
Sem o teu amor eu não existo.
Insisto em falar tudo que sinto.

Sentimento é coisa séria
Aquele encontro...
Marcou minha vida
Em meu peito uma enorme ferida.

Ferida que não cicatriza
E a cada dia faz-me sofrer.
Não sou capaz de entender,
Como tudo pode acontecer.

Viver a felicidade é pecado?
Não, não é assim.
Se eu gosto tanto de você,
Porque motivo não gosta de mim?

A vida passa...
E em cada volta que o mundo dá!
Melhor não pensar.
E ver o que vai acontecer.

Do meu amor eu falei,
Jurei amor e espero.
Quero um amor sincero.
*Rubens Corazza*

**PRISIONEIRA DE MIM**
As muralhas que me cercam são imensas... inalcançáveis
Me isolam de tudo, de todos
Não vejo como escapar

As grades que me aprisionam limitam meus passos, sinto-me acuada
Sinto uma angústia incontrolável
O coração dói, ferem-me
As correntes são muito pesadas
Fazem minha alma sangrar
As feridas estão abertas
Nunca cicatrizam

Não vejo solução
Apenas sinto uma insuportável solidão
Sinto-me um ser, sem ser
Sou prisioneira da minha própria vida
*Lúcia Polonio*

**OUTRA CHANCE**
Ainda há tempo para assumir que errei?
Para pedir perdão por todo mal que te causei?
Haveria outra chance, alguma maneira de outra vez te ter?
Ou terei eu que encarar o espelho e aceitar que todos os dias serão vividos sem você?!

É possível que na sinceridade do meu abraço,
reatemos nossos laços e selemos o destino com tua boca na minha?
Ou estaria eu condenada a pagar pelo golpe em teu peito,
e por castigo, vagarei pela terra sozinha?!

Ressuscita-me amor, em teu coração! Toma-me pela mão e me guia.
Permita que eu plante em teu cerne, nova semente de alegria,
que hoje sou alma errante pelo mundo dos vivos, a mera lembrança da paz.
Acolhe minha esperança, que te mostrarei como um grande amor se refaz.
*Gil Façanha*

**Devaneios...**
"Queria deixar algo escrito, para quando olhasse a
sentisse em cada letra, mas ela não sabia nem como
começar, o sentimento era tanto, que dentro dela
era um caos, nem as palavras se entendiam, de repente,
ela pensou, não era pra ele ter nada dela, a não ser
a lembrança na memória de olhos imensos e escuros
como a noite, não era pra ele ter nada dela a não ser
se lembrar se assim quisesse de cachos rebeldes,
penteados pelo vento que traziam o perfume das manhãs,
não era pra ele ter nada dela ,a não ser a suave
lembrança de pés que amavam estar descalços , andando
nas areias, não era pra ele ter nada dela, a não ser se
olhasse as estrelas e se lembrasse que ela as contava
todas as noites, não era pra ele ter nada dela,a não
ser que em todo entardecer ao ver o sol se retirando
m silêncio ele se lembraria que em algum lugar, ela em
silêncio também estaria... Não era pra ele ter nada
dela porque o mais importante ele já tinha, e sempre teria..."
*Dina Isserlin*

*MUNDO DA POESIA*
BLOG MARIA CATHERINE RABELLO

TODAS  AS EDIÇÕES:
http://www.jornaldacidadeonline.com.br/blogs/17/maria-catherine-rabello

“Amo minha vida e todos que fazem parte do meu mundo.
Poesias são sonhos vividos, lembrados ou desejados. Poesia acalenta a alma e o coração.
 Sonhar é viver, viver feliz! Amo poesias, poesias de amor sempre!
Sou sonhadora e feliz. Meus rabiscos são meus segredos, meu baú de sentimentos.
 Apresento lindas poesias de muitos corações iguais ao meu.
 Amar sempre!
Maria Catherine Rabello

                                              https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online.

Maria Catherine Rabello

Pernambucana, amante da poesia. “Amo minha vida e todos que fazem parte do meu mundo. Poesias são sonhos vividos, lembrados ou desejados. Poesia acalenta a alma e o coração. Sonhar é viver, viver feliz! Amo poesias, poesias de amor sempre! Sou sonhadora e feliz. Meus rabiscos são meus segredos, meu baú de sentimentos. Apresento lindas poesias de muitos corações iguais ao meu. Amar sempre!