Impeachment, Lava Jato e Petrobras: A indignação com os 3 Poderes

07/07/2016 às 08:47

As alegações de José Eduardo Cardozo e grupo de Dilma nesse julgamento do impeachment são de um grau de estupidez estarrecedor, chega a ser um deboche, que demonstra uma total desfaçatez e desrespeito para com o Tribunal do Impeachment e a Sociedade - uma delas é que a responsabilidade pela fraude, da não contabilização dos R$ 60 bilhões das operações de crédito junto aos bancos públicos não foi de Dilma, mas de sua equipe... esse argumento não resiste a menor crítica... isso implicaria no absurdo de dizer que teríamos que eleger a equipe da presidente. (@#&!!??)

Resta claro que a mentora, mandante, gestora e responsável pelos crimes foi única e exclusivamente Dilma, que tem que ser afastada em definitivo pelo impeachment e responder em seguida na esfera penal.

O brasileiro está tão desnorteado que não entendeu ainda a dimensão dos estragos de Dilma... Dilma tomou de assalto a mais valiosa empresa nacional, a Petrobras e a quebrou - Sabem o que é isso? ... e a Corte Constitucional do Senado está ainda discutindo se Dilma é culpada... destruiu também a Eletrobrás, assaltou o BNDES, Fundos de Pensão, Caixa Econômica ... tinha que estar na cadeia. 

Este show de horrores protagonizado por José Eduardo Cardozo e grupo de Dilma na busca de distorcer os fatos, mostra bem como funciona a (in)justiça no Brasil - mostra que é uma farsa... farsa patológica que protege grandes bandidos dos 3 poderes... as mais absurdas teses vestem crimes mefistofélicos de toda uma pompa para tentar ludibriar o cidadão comum e inocentar àquela e aquele que cometeram os maiores, mais cruéis e destruidores crimes contra a Nação.

Além disso, assistimos esses 3 poderes conspirarem de forma sorrateira para acabar com a operação Lava Jato.

Jorge Queiróz

Ops! Não foi possível realizar sua inscrição.

Inscrição realizada!

E-mail inválido