Nova negociação economiza R$ 463 milhões da saúde pública em comparação com a era PT

Observe o detalhe: o Governo Federal pagou, até ontem, USD 5,10 por comprimido de um medicamento fornecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) aos portadores do HIV.

Após uma revisão dos contratos e um embate internacional, o Ministério da Saúde passará a pagar USD 1,50 por comprimido.

Em 2017, serão comprados 40 milhões de unidades deste medicamento.

Matemática simples: estivéssemos ainda sob o mando do PT, o Governo Federal teria que desembolsar USD 204 milhões, cerca de R$ 656 milhões pela cotação de hoje do dólar; com a revisão do contrato e aquisição de medicamento mais moderno e eficiente, vão sair dos cofres públicos USD 60 milhões, ou seja, aproximadamente R$ 193 milhões. Uma economia de R$ 463 milhões (-70,5%).

A pergunta é: sem tal ação, quem estaria embolsando irregularmente R$ 463 milhões dos cofres da saúde pública do Brasil?

É um escárnio!

Helder Caldeira