Mateus parido. E embalado!

O jornalista Rubens Valente, um dos mais respeitados repórteres investigativos das Américas, assina matéria da ‘Folha de SP’ revelando a proeza empresarial do ministro Alexandre de Moraes, que era dono da Parkbem (estacionamentos) quando se beneficiou de R$ 4 milhões pagos pela JHSF Participações, do ramo imobiliário.

Moraes garante que era um negócio legal, tanto que teve a denúncia arquivada pela Justiça. Na verdade, esse negócio caiu sob forte suspeição no rol de ilicitudes que levou a Polícia Federal a realizar a ‘Operação Acrônimo’. Crime organizado. De colarinho branco. Envolvendo PSDB e PT. E a decisão que arquivou o processo foi monocrática, de apenas um juiz (Luix Fux), que a tomou sem sequer consultar o Ministério Publico Federal, autor da denúncia.

Alexandre de Moraes é alvo de uma ação de indenização por ter, sem provas, acusado um policial militar de participação na chacina de Carapicuíba, em 2015, quando quatro rapazes foram mortos a tiros numa pizzaria.

Foi a própria polícia que descobriu a leviandade de Moraes, à época secretário estadual de Segurança, ao constatar nas investigações que os seus argumentos haviam sido erigidos aleatoriamente, sem nenhum fundamento.

Há pouco, durante a campanha eleitoral em Ribeirão Preto, Moraes revelou, antecipando informação privilegiada, nova etapa da Operação Lava Jato, um jeito de incentivar os aliados a ‘ir pra cima’ dos adversários.

Mas tá legal, tá tranquilo, tá favorável: Alexandre de Moraes e seus negócios milionários entalados em operação da PF de combate à corrupção e ao crime organizado.

Tá legal, tá tranquilo, tá favorável Alexandre de Moraes ter sido defensor jurídico do PCC, uma das mais ativas e tentaculares organizações criminosas do país ex-dono do pré-sal.

Tá legal, tá tranquilo, tá favorável Alexandre de Moraes fazer acusações sem provas e ser desmentido pela própria polícia que comandava quando secretário de Segurança do Governo Alckmin.

Tá legal, tá tranquilo, tá favorável, tá Bolsomito e Caiadito o saneador Alexandre Moraes servir de espelho da era Temer.

Ah, ia me esquecendo de lembrar: Alexandre de Moraes é o ministro da Justiça de Temer.
Então, valeu! Tá legal, tá tranquilo, tá favorável!

Edson Moraes

Edson Moraes

 Jornalista, poeta e apaixonado pela arte de escrever.