O PT deve ser execrado da política brasileira

Não sou cientista política, mas entendo a política como um meio e não um fim. Um meio para a realização das demandas da sociedade e dos cidadãos por intermédio de representantes.

Mas Rui Falcão, Gleisi Hoffmann e o grupesco que ainda defende o PT não consegue enxergar os atos petistas pela ótica dos danos causados às pessoas e ao País.

Sempre consideram apenas o viés politiqueiro das questões e enxergam disputa política onde há defesa dos direitos dos cidadãos e obrigatoriedade de coibir crimes.

Se o PT prejudica o Brasil, deve mesmo ser execrado da política brasileira.

E nunca é tarde para lembrar a definição de Bezerra de Meneses, que teve rápida passagem por essa estrada. Disse ele: ‘a política é a religião da pátria’.

Qualquer partido político que se esqueça de priorizar os interesses da Nação não faz política, mas politicagem.

Carmel Gomes

de Brasília-DF