Novas medidas tentam salvar o Banco do Brasil do esfacelamento

O conselho de administração do Banco do Brasil, em reunião realizada neste domingo (20) aprovou um conjunto de medidas que visam literalmente salvar a instituição financeira, também vítima de esfacelamento durante o período em que o país foi administrado pelo PT.

O BB ficará bem menor, mais fraco e com alcance bem mais restrito.

As medidas preveem o fechamento de agências e um plano de extraordinário de aposentadoria incentivada.

Assim, 379 agências serão transformadas em postos de atendimento e 402 serão desativadas. 

Não obstante a negativa do BB, as mudanças fatalmente irão comprometer a atuação da instituição.

da Redação