A lama continua a mesma e os porcos trocaram de nomes

Que sina é esta que nos persegue? Não temos direito e uma vida digna?

São governos e governos medíocres em suas integridades, no respeito ao seu povo e nas mais básicas noções de moralidade. 

Passamos 15 longos e terríveis anos sendo governados por uma quadrilha formada por uma classe política sem ética. Não foi um partido, foram todos. Não foi só um crápula, foram vários. Jamais o Lula teria conseguido e feito sozinho toda a destruição ética, moral e social deste país. Foi apoiado e suportado por um grande grupo de meliantes que viram a oportunidade da subversão, da impunidade, do roubo livre e na compra daqueles que pudessem os impedir na concretização dos objetivos. 

Não temos governo, não temos congresso, não temos justiça. Não temos nada que os cidadãos merecem. Só recebemos obrigações de pagar contas que não são nossas. 
Todo o sistema político brasileiro está podre. O sistema jurídico, com raras exceções, está contaminado. 
Há uma enorme decepção em toda a sociedade, que após derrubar um governo, vê que a lama continua a mesma e os porcos trocaram de nomes. 
Existe uma tendenciosa distorção do que começa a crescer na população: uma intervenção militar.

Ninguém quer ditadura, ninguém quer um governo militar. O que se deseja é moralizar o Brasil, limpando toda a podridão que hoje governa e dirige o país. 

O que se assiste é absurdo, imoral. Querem acabar com a única chance de tornar este país menos corrupto. Querem acabar com a Lava Jato. 
Ou a população reage e se posiciona contra tanta imoralidade ou estaremos permitindo que os crápulas continuem a destruir o Brasil. 

Alexandre da Costa Carvalho