Injúria a pequena Titi, filha de Gagliasso e Ewbank, resulta em sete detenções

Ofensas racistas a pequena Titi, filha do casal de atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, resultaram na detenção de sete pessoas nesta terça-feira (20).

Uma adolescente de apenas 14 é a principal envolvida no caso. Ela confessou à polícia ser uma das autoras das ofensas e relatou ter criado um perfil falso, acreditando que assim não seria identificada.

Outras sete pessoas, possivelmente envolvidas nas agressões, foram detidas para prestar esclarecimentos.

Em uma foto postada por Ewbank no Instagram, uma seguidora questionou a adoção do casal e proferiu os ataques. ‘Você e seu marido até que combina, mas a criança que vocês adotado [sic] não combinou muito pq ela é pretinha e lugar de preto é na África. [..] Parece uma macaquinha’, disse. 

Na sequência, outros ataques foram desferidos.

Diante de tais fatos, o casal de atores procurou a policia que iniciou às investigações, até chegar ao grupo de suspeitos.

Titi foi adotada por Bruno e Giovanna no Malauí. Uma linda criança negra, atualmente com dois anos de idade.

da Redação