Ativista político visita acampamento e denuncia: ‘Sem-terra só aos domingos’ (Veja o vídeo)

30/12/2016 às 18:24

Os acampamentos dos militantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra) tem de tudo, menos ‘Sem-Terra’.

Qualquer pessoa que esteja inscrita no movimento, pode ter uma barraca em qualquer um dos assentamentos e assim candidatar-se a receber um lote de terra do governo.

Não há qualquer necessidade de ser uma pessoa vocacionada para o trabalho rural. Basta pagar uma taxa para o MST.

A denúncia é do ativista político Vinicius Siqueira, de Campo Grande (MS).

A coisa é profissional e está totalmente desvirtuada.

Visando com que a prática seja coibida, o ativista político fez uma visita nesta semana a um acampamento, flagrou-o vazio, sem uma alma vida sequer e denunciou o fato a diversos órgãos competentes.

Ele promete levar adiante a denúncia e cobrar as autoridades.

Siqueira foi candidato no último pleito eleitoral e elegeu-se vereador na Capital de Mato Grosso do Sul.

Ele tem demonstrado ser representante de uma nova safra de políticos, atuante e comprometida com a sociedade.

Veja abaixo o vídeo.

Lívia Martins

liviamartins.jornaldacidade@gmail.com


Ops! Não foi possível realizar sua inscrição.

Inscrição realizada!

E-mail inválido