Mãe muda a versão sobre assassinato do filho gay. Saiba porque ela não o suportava (veja o vídeo)

Tatiana Lozano, mãe de Itaberlly Lozano, mudou na noite desta quinta-feira (12) sua versão a respeito do assassinato do garoto.

Ela agora responsabiliza três pessoas pelo crime, dois rapazes e uma adolescente, que se recusa a declinar os nomes.

O trio teria se oferecido para dar um ‘corretivo’ em Itaberlly.

Durante o tal ‘corretivo’, dentro do quarto da vítima, ela teria ouvido o pedido de ajuda do filho: ‘mãe, vou morrer’.

Neste momento ela saiu do imóvel e só voltou 20 minutos depois, quando encontrou o filho morto.

Foi então que teve a ‘ideia’ de ocultar o corpo. Acordou o marido, padrasto do garoto, e juntos enrolaram o cadáver num edredom, levaram até um canavial e atearam fogo.

Gay assumido, Itaberlly era um sucesso com sua dança, seu talento, seus requebrados e sua alegria. Isso incomodava a mãe.

Veja abaixo o vídeo postado recentemente pelo próprio Itaberlly nas redes sociais.

da Redação