O prontuário negativo do novo Secretário Nacional da Juventude de Michel Temer

14/01/2017 às 05:34

‘O advogado Francisco de Assis Costa Filho foi nomeado nesta quinta-feira (12) novo Secretário Nacional da Juventude, mesmo respondendo a processo por enriquecimento ilícito e improbidade administrativa. O novo secretário teve os bens bloqueados para garantir o ressarcimento de desvios estimados em suposto esquema de funcionários fantasmas no valor de R$ 2.978.406, 88. Assis Filho é afilhado político do senador João Alberto (PMDB-MA), presidente do Conselho de Ética e braço direito do ex-presidente José Sarney e do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL)’.

O país em matéria de ética e moralidade pública está na UTI. Tanta gente trabalhadora, proba e de formação técnica e cultural existente, e os governos sempre estão indicando mequetrefes e apaniguados de políticos para as pastas governamentais. E o pior: dando emprego político a elementos sem ficha ilibada ou que esteja com pendência na Justiça.

Este Brasil, maltratado por políticos inescrupulosos e crápulas e hoje mergulhado na sua pior história de corrupção (LAVA JATO), é muito forte para suportar os ratos, os abutres, as velhas e as novas raposas políticas, que conspurcam a imagem da nação.

Rui Barbosa já denunciava o caráter corrompido do político nacional há muito tempo: ‘De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto’.

Pois bem, quando a gente pensa que da juventude política brota alguém com predicados éticos e morais, eis a decepção ao saber que o apadrinhado das velhas raposas políticas maranhenses – João Alberto e José Sarney – é elemento já envolvido em procedimentos ilícitos.

Assim, é com este prontuário negativo do novo Secretário da Juventude que o governo Michel Temer pretende dar ar de seriedade ética e moral ao seu governo? Torço por Michel Temer, mas não posso aceitar a indicação de Assis Filho, o que só fortalece a oposição para criticar o governo.

Júlio César Cardoso

Ops! Não foi possível realizar sua inscrição.

Inscrição realizada!

E-mail inválido