Líder do MTST perde status de autoridade da ‘era PT’ e é preso em SP

17/01/2017 às 13:43

Quando tentava impedir a ação da polícia no sentido de efetuar a reintegração de posse de uma área invadida na Zona Leste de São Paulo, o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, foi preso nesta terça-feira (17)

Na delegacia, Boulos sustentou que sua prisão foi ‘política’.

A PM, no entanto, afirma que o líder do MTST estava sendo detido por incitação à violência, descumprimento de ordem judicial e por violência contra a polícia.

Note-se que desde que o PT deixou o governo, o repasse de verbas federais para o MTST foi cortado.

Boulos não é um ‘sem teto’, e, de fato, utiliza o movimento politicamente, é tido como um grande ‘estrategista’. Psicólogo, filho do médico infectologista Marcos Boulos, do Hospital das Clínicas, mora e vive confortavelmente com a esposa e duas filhas.

da Redação

Ops! Não foi possível realizar sua inscrição.

Inscrição realizada!

E-mail inválido