Rumo a falência financeira e moral

05/04/2017 às 12:30

O sujeito escolheu este caminho. Herdeiro de um colossal patrimônio, está sendo derrotado por sua própria ganância.

O jornal Correio do Estado, outrora um respeitável veículo de comunicação, nas mãos do ‘herdeiro maldito’, Antônio João Hugo Rodrigues, virou um ‘jornaleco’, indecente e amoral, sem qualquer compromisso com a ética e a verdade.

É claro que nos tempos atuais, de informação rápida, um veículo que se sustenta na mentira não terá mais vida longa, pois perde o maior patrimônio da imprensa verdadeiramente séria, a credibilidade.

Assim, não poderia ter outro fim o Correio do Estado.

Esta semana, demitiu quase todos os seus jornalistas. Foram mais de 50 demissões. A sua tiragem hoje é ínfima e o seu alcance é extremamente diminuto.

A farra acabou.

Lívia Martins

livia@jornaldacidadeonline.com.br

Ops! Não foi possível realizar sua inscrição.

Inscrição realizada!

E-mail inválido