Na Coréia, Dória visita rio recuperado e visualiza solução para os rios Tietê e Pinheiros

Despoluir e recuperar os rios Tietê e Pinheiros e impedir as enchentes é um desafio aparentemente impossível.

Ninguém teve capacidade e ousadia de encarar o problema.

João Dória Júnior é realmente diferenciado. Com apenas três meses de gestão o prefeito que está conquistando o Brasil, já foi atrás de uma solução para o caso.

O exemplo que pode ser utilizado no Brasil foi visitado por João Dória em Seul, capital da Coréia do Sul. Trata-se do Rio Cheonggyecheon, que até 2005 era totalmente poluído e hoje é um dos principais pontos turísticos da cidade.

‘Esse é um bom exemplo que motiva São Paulo, cidade e Estado, e o próprio governo federal a ter um olhar mais ativo e forte em relação à recuperação e despoluição do Tietê e Pinheiros’, disse Doria.

O Rio coreano foi recuperado entre 2003 e 2005, com um investimento de U$ 350 milhões. A via expressa que cobria o rio foi demolida e um sistema de piscinões impede enchentes.

A recuperação mudou também o ecossistema da região. Antes, havia 62 tipos de plantas, hoje são 510. Eram 4 tipos de peixe, hoje são 25.

da Redação