TCE

Puccinelli nas mãos de Sérgio Moro. É o fim de linha...

Os dezesseis longos e nefastos anos de poder vivenciados por André Puccinelli, foram marcados por inúmeros escândalos e injustiças.

É incalculável o prejuízo aos cofres públicos, sob o comando desta figura. 

Trata-se de um homem extremamente frio e calculista. Um estrategista, inteligente, ganancioso, com avidez por dinheiro e poder, não medindo esforços, nem tampouco consequências, para conquistá-los.

Quem não se lembra que os tentáculos de Puccinelli alcançaram a saúde. O escândalo do hospital do câncer foi destaque até no programa Fantástico da Rede Globo.

Uma quadrilha formada por médicos, com a participação e proteção de André Puccinelli, utilizava-se do sofrimento de pessoas doentes para ganhar dinheiro.

A Policia Federal flagrou a então secretária de saúde, a médica Beatriz Figueiredo Dobashi, numa conversa com o diretor do Hospital Regional de MS, o médico Ronaldo Queiróz, onde a dupla arquitetava uma estratégia para beneficiar empresas, em detrimento dos hospitais públicos de Mato Grosso do Sul, impedindo a doação de aparelhos que seriam utilizados no combate ao câncer.

Desvendada a prática criminosa, o governador demitiu a secretária de saúde e conseguiu, aparentemente, abafar o caso. Ninguém foi preso, o próprio ‘Fantástico’ não retomou mais a matéria e o caso tomou o rumo do esquecimento, mesmo tendo feito inúmeras vítimas fatais.

E quanto a polêmica obra do ‘Aquário do Pantanal’? Uma obra que consumiu uma soma estratosférica de dinheiro público, um investimento que poderia ter sido investido em prol de melhoria na qualidade de vida da população.

Planejada para custar 87 milhões, já gastou 230 milhões e a obra não está concluída e, pior, está parada. Um desrespeito à população.

O ex-governador no exercício do poder, mandou e desmandou, fez o que bem entendeu e continua impune.

Eis que presentemente, com a ‘delação do fim do mundo’, Puccinelli novamente aparece. É ‘figura carimbada’.

Desta feita o rumo será outro. Denunciado, cairá nas mãos do Juiz Sérgio Moro.

Certamente, será finalmente preso e condenado, ao menos neste crime da Lava Jato.

O Jornal da Cidade vai se encarregar de enviar farto material para os procuradores em Curitiba.

É este o clamor da sociedade esclarecida.

José Tolentino

Editor do Jornal da Cidade Online

[email protected]

José Tolentino

Jornalista. Editor do Jornal da Cidade Online.