TCE

Cabral assimila traição e protege Adriana, que ‘cara de pau’, alega que não sabia de nada

Os depoimentos da dupla Sérgio Cabral Filho e Adriana Ancelmo foram um verdadeiro espetáculo de desfaçatez.

O ex-governador, mesmo sabendo da traição da esposa (veja aqui), que negocia isoladamente uma delação premiada, resolveu dar uma força e a eximiu de qualquer culpa, ignorando as provas dos autos.

A ex-primeira dama, complementando a encenação, extremamente abatida e sisuda,  ‘parecendo gente séria’, disse que não sabia de nada.

Certamente não vai colar, afinal quem vai julgá-los é o juiz Sérgio Moro.

da Redação